A Porta que o homem não pode fechar…

Como qualquer pessoa que tenha trabalhado em prol do próximo, ela pôde contar com uma aposentadoria em seus pouco mais de 50 anos. Conheceu um mundo novo e entendeu porque aqui somos peregrinos. A sua felicidade veio acompanhada pela doença. Foi como uma filha, geniosa e mandona, retirando a sua seiva.

portaaberta.jpegDepois de anos de tratamento no SUS, com choro e dores, faltando 3 meses para cumprir uma carência do plano de saúde, tendo resistido ao máximo, apelou à justiça. Encontrou a porta aberta e um ser humano togado que lhe garantiu um tratamento que lhe possibilitasse a sobrevivência. Alguns dias depois, todavia, ela faleceu.

Os senhores da legalidade, com seus muitos papéis, clásulas e garantias, passaram por aquela porta e entraram num salão. Lá, homens experientes, sem saberem de seu recolhimento, disseram que poderia haver dano irreparável ao plano de saúde, caso mantivessem aquela porta aberta, pois a urgência não estava em atendê-la corretamente e garantir o direito à vida, mas em poupar o plano de saúde. Fecharam a sua única porta, sem perceber que Deus já havia aberto outra, no seu Reino de Glória.

Trecho de “Pensadores da Nova Esquerda”

“O intelectual de esquerda é tipicamente um jacobino. Acredita que o mundo é deficiente em sabedoria e justiça, e que a falha reside não na natureza humana, mas nos sistemas de poder estabelecidos. Ele se opõe ao poder estabelecido, como o defensor da “justiça social” que retificará a antiga queixa dos oprimidos. O intelectual da Nova Esquerda é também um “libertário” . Ele deseja justiça social para as massas e também emancipação para si mesmo. A opressão que rege o mundo, acredita ele, atua externa e internamente. Ela ata a massa da humanidade em cadeias de exploração e ao mesmo tempo gera uma consciência peculiar, uma escravidão interna, que aleija e deforma a alma das pessoas. O tom de voz característico da Nova Esquerda deriva de uma síntese emocional. O novo intelectual advoga a velha ideia de justiça, mas acredita que justiça envolve sua própria emancipação de todo sistema, toda “estrutura”, toda restrição interna.

livro-pensadores-da-nova-esquerda-02.jpgA importância moral desta síntese é óbvia. Ao unir o clamor contemporâneo por “libertação” à antiga causa da “justiça social”, a Nova Esquerda defende os interesses da humanidade, mesmo quando se inclina de forma contundente em direção à libertação e ao engrandecimento do self. E “justiça[…]”

Trecho de: Roger Scruton. “Pensadores da Nova Esquerda”. iBooks.

TRT de SP confirma que Fóruns da Zona Sul e da Zona Leste continuam. Bom demais…

Fóruns da Zona Sul e da Zona Leste permanecerão nessas regiões

O presidente do TRT da 2ª Região, desembargador Wilson Fernandes, anunciou nesta segunda-feira (10) que, após estudos, optou por manter a descentralização da Justiça do Trabalho na capital, com a permanência dos fóruns nas regiões onde estão atualmente.

20170710 reuniao Decisao predios destaque interno

Para a economia de recursos, decidiu-se que o Fórum da Zona Sul mudará para um imóvel localizado a cerca de 6 quilômetros do prédio atual. O novo imóvel tem estrutura adequada às necessidades do TRT-2, fica a menos de 700 metros da estação Santo Amaro de trem e metrô e terá custo mensal 72% inferior ao atual. A previsão da mudança para o novo endereço é de até 120 dias.

O Fórum da Zona Leste permanecerá no mesmo prédio onde está (av. Amador Bueno da Veiga, nº 1888, na Penha), após negociações que resultaram em economia de aproximadamente 43% ao mês.

O assunto foi abordado pela Presidência, no auditório do Ed. Sede, em São Paulo-SP, onde cerca de 30 juízes do trabalho dos dois fóruns foram recebidos pelo Corpo Diretivo do TRT-2. “Não somos insensíveis à realidade desses locais. Achamos que essa solução foi a mais adequada possível, pois atende aos interesses de todos”, declarou o presidente. “Na zona sul, estamos alugando o novo imóvel pelo valor pago apenas no condomínio e no IPTU do imóvel atual”, comparou.

Para consultar a competência territorial no momento de dar entrada em uma reclamação trabalhista na capital, basta clicar aqui e inserir o cep da empresa onde foram prestados os serviços.

O tempo e o banco de dados

O tempo é apertado e às vezes um código esquecido ou script não entendido faz o tempo mais escasso. Pretendo colocar rotinas no Filemaker que integrem as informações com o Word, tanto na área cível como na trabalhista e família. Rotinas de procurações, declarações e petições iniciais serão bem otimizadas com a utilização dessas soluções. Mas, vamos contar com o tempo…